A indústria têxtil e de vestuário está a mudar.

Os consumidores estão cada vez mais conscientes da desvantagem do sector têxtil, das violações dos direitos humanos e da carga ambiental da indústria da moda. As escolhas que o consumidor faz são instigantes e tentar descobrir a origem de uma T-shirt pode vir a ser impossível na prática. Moda rápida é démodé. Portanto, a valorização das roupas e das pessoas que trabalham na indústria deve aumentar. É por isso que queremos falar mais sobre nossa produção, a nossa responsabilidade e as condições de trabalho dos nossos funcionários. Sustentabilidade não consta de conversa fiada e palavras bonitas, mas sim, ações reais.

O Relatório Anual de Sustentabilidade que fazemos visa melhorar o nosso próprio entendimento das nossas operações internas e, tem como principal objectivo, desenvolver a nossa produção em direção a uma indústria têxtil mais responsável, para melhor servimos os nossos clientes, consumidores e parceiros. No nosso relatório, descrevemos também os sucessos e desafios que enfrentamos neste trabalho. No nosso quotidiano discutimos constantemente questões de responsabilidade ambiental, ética e ecológica.

Para nós, na Black Moda, a responsabilidade empresarial consiste de: uma atividade financeiramente responsável, uma cultura empresarial saudável e do bem-estar dos funcionários, a nossa própria confeção, os nossos parceiros e os materiais que usamos.

Os números apresentados nesta secção de Sustentabilidade são apenas uma pequena parte do que abordamos no nosso relatório (disponível em finlandês e inglês). No relatório abordamos em mais detalhe as nossas metas para os próximos anos e mais números referentes à nossa produção e impacto ambiental. Se estiver interessado e quiser ler mais sobre a nossa sustentabilidade aconselhamos a ler o relatório completo.

A nossa fábrica Black Moda Portugal

A Black Moda Portugal é uma empresa familiar em Portugal, que pertence aos irmãos Riikka Oliveira e Marko Keski-Vähälä. A produção própria cria a base para uma resposta rápida e operação flexível entre o atendimento ao cliente e a produção.

Portugal é um país da UE que não é classificado um país de risco.

Em Portugal, a vida profissional é regulada pelas leis laborais e as autoridades também as aplicam. Portugal ratificou os Tratados da Organização Internacional do Trabalho (OIT). De acordo com os princípios da OIT, todos os seus Estados Membros têm o dever de eliminar o trabalho forçado, o trabalho infantil e a discriminação e garantir a liberdade de associação.

A Black Moda Portugal é membro da Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção – ANIVEC. Todos os contratos de trabalho são baseados num acordo coletivo e pagamos salários que são superiores ao salário mínimo estabelecido pelo Estado.

INDICADORES ECONÓMICOS

881 532

Artigos produzidos

€ 659 895

Salários

€ 3 644 733

Vendas

FUNCIONÁRIOS

71
PESSOAS
35 h
TREINO

O tema do treino profissional de 2019 foi QUALIDADE.

1 questionário de satisfação.

4 acidentes de trabalho.

IMPACTO AMBIENTAL

85 477 KWh

Electricidade

36 486 kg

Resíduo têxtil

91,9 toneladas

CO2

Juntas, a Black Moda Oy e a Black Moda Portugal empregam 88 pessoas.

Todos os funcionários da Black Moda Portugal recebem um subsídio de pontualidade de 10 € / mês, subsídios de férias e alimentação. Além disso, as costureiras recebem um incentivo de até € 60 por mês.

Em Portugal existem leis que regulam o horário laboral.

A nossa própria empresa de costura cumpre as obrigações das autoridades portuguesas em relação às leis de horário laboral, férias e licença de maternidade e parental. Eventuais horas extras são acordadas com o funcionário e a compensação das horas extras é paga consecutivamente.

Para mais objetivos e informações sobre nossa confeção, veja o nosso relatório, disponível em inglês.

Parceiros em Portugal

A maioria dos nossos parceiros está sediada em Portugal.

98,7% das facturas da Black Moda são pagas a empresas portuguesas.

Aos contratos do fornecedor com nossos parceiros são anexados os princípios éticos do Código de Conduta (CoC) e a exigência de que o fornecedor deve fabricar os produtos em conformidade com o regulamento europeu REACH.

As parcerias de longa data que temos com os nossos fornecedores são extremamente importantes para nós e são a base para um bom produto final.

A Black Moda Portugal e os nossos parceiros têm as portas abertas, para que os nossos clientes de produção possam visitar e se familiarizarem com as nossas condições de trabalho.

81,4 %
MALHAS
14,5 %
felpos
4,1 %
outros

Tipos de artigos fornecidos pela Black Moda em 2019

INÍCIO DAS PARCERIAS E O NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS DE CADA EMPRESA EM 2019

1997
SOMANI
85
PESSOAS
1999
ARMACO
11
PESSOAS
2004
LOLIBER
37
PESSOAS
2014
BELFAMA
107
PESSOAS

Materiais e matérias-primas

O uso de materiais certificados e de qualidade é a chave para um produto final de alta qualidade, um investimento inteligente em termos económicos, mas também ecológicos e emocionais.

O algodão orgânico é a nossa matéria-prima mais utilizada. Todo o algodão orgânico comprado para a produção de malhas em 2019 foi certificado pelo GOTS. Além disso, a Armaco Lda é membro do programa BCI.


As normas deste standard limitam o uso de certos produtos químicos têxteis considerados prejudiciais para a saúde. A certificação por institutos de pesquisa independentes garante que o produto está livre de pesticidas nocivos, metais pesados ​​ou resíduos de formaldeído.

O GOTS define altos critérios ambientais e cobre toda a cadeia de produção de têxteis orgânicos, desde o campo até o produto acabado, e requer conformidade com os critérios sociais.

A Better Cotton Initiative (BCI) é uma organização global sem fins lucrativos e o maior programa de sustentabilidade de algodão do mundo. A missão da BCI é melhorar a produção global de algodão para as pessoas que a produzem, o ambiente em que cresce e um futuro melhor para a indústria.

258 343 kg

Total de malhas produzidas para o fabrico de vestuário em 2019.

60,4 %

Percentagem de malhas que incluiam algodão orgânico certificado.

539 kg

Malhas com fibras recicladas.

O sector de têxteis e vestuário chegou ao ponto em que é necessário encontrar materiais substitutos para o algodão e processos de reciclagem para resíduos têxteis. O cultivo de algodão requer muita água, fertilizantes e pesticidas. Na Black Moda, investimos tempo na busca de novas soluções para nossa produção. Pode ler mais sobre estes prjectos nosso relatório.